Nova tecnologia Radar 3 potencializa leitura de tráfego

A tecnologia de dados está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas. A cada momento, os sistemas Big Data registram milhares de novas informações, enriquecendo e atualizando as grandes plataformas que regem a vida moderna.

E agora um novo sistema de monitoramento avançado está chegando ao mercado, prometendo revolucionar as campanhas de marketing digital. Ele atua captando instantaneamente um volume ainda maior de informações, que são bastante úteis para as empresas em suas campanhas.

As grandes plataformas Big Data aglomeram e organizam dados o tempo todo, mas somente a integração com ferramentas inteligentes as tornam de grande utilidade para captação de novos clientes.

Diminuir a dispersão de campanha, o grande desafio das empresas

Os estrategistas de marketing digital trabalham com muitas informações para entenderem seu produto e elaborarem estratégias com atenção especial às diretrizes de público e criativo. O tempo todo vão observando o seu público e respectivo comportamento.

O criativo é a peça digital, que costuma ser bem trabalhada, visto que o mercado de produtos e serviços digitais democratizou o uso de ferramentas, muitas vezes até oferecendo-as gratuitamente.

Na medida que vão subindo as campanhas, as empresas notam que captam um número relativamente pequeno de prospects que visitam o site, o que compõe o tráfego pago. O desafio é fazê-los consumir para compensar os custos de campanha.

E desse montante de visitantes que chegam, mais de 90% vão embora sem deixar rastros ou informações, sem se logar ou preencher formulários.

É o visitante anônimo, a grande perda das empresas. Ele veio até o site, demonstrou um princípio de interesse, que acabou não confirmando. Então, o prospect deixa o site, talvez para sempre.

Radar que potencializa o monitoramento, até 45% do tráfego total

A ferramenta DataTag inaugura uma nova etapa da era dos dados. Ela tem um poder bem mais avançado de monitoramento e capacidade de identificar até 45% do tráfego vindo ao site. Isso significa que quase metade do tráfego é conhecido e apto a receber comunicação focada.

Como uma campanha consegue trazer um tráfego determinado, a intenção do gestor do site é persuadir o visitante a se logar, preencher algum formulário ou mesmo comprar um produto ou serviço oferecido.

Assim, a estratégia de uma campanha consegue captar algo em terno de 5% do tráfego, perdendo a comunicação com todo o restante. É a dispersão altíssima de uma campanha tradicional.

Porém, o novo radar automático faz uma leitura detalhada do tráfego vindo ao site e o compara simultaneamente a uma grande base de dados, identificando os prospects presentes. Na sequência, é possível determinar uma base de visitantes que não se logaram, mas foram identificados.

A partir desta experiência, o DataTag segmenta um grande número de prospects para ações futuras, imediatas ou não. Mas eles estão identificados para a empresa e podem ser abordados com comunicação específica.

Todas as ações são feitas rigorosamente dentro da legislação de proteção de dados, de forma que não há nenhum risco de problemas nas campanhas.

A PH3A Tecnologia, empresa de 25 anos no mercado de soluções em Database e desenvolvedora do DataTag, prima pelo respeito à legislação vigente, bem como os selos que garantem a retidão dos processos, como afiliação à Abradi, Abemd e Certificação Iso 27001 Bureau Veritas.

Ganhos multiplicados

Se considerarmos um exemplo hipotético, é possível entendermos o tamanho do avanço. Digamos que uma campanha de conversão feita no Facebook para determinado site, trabalhe com uma expectativa de 1 milhão de prospects.

Se o resultado de CPC (Custo por Clique no Link) for de 2%, tem-se um tráfego de 20 mil prospects. E desses 20 mil, se 5% se logarem ou preencherem formulário, são 1000 nomes conhecidos. O super-radar inteligente DataTag identifica até mais 9000 nomes, ou seja, até 8 vezes a mais de público do que em comparação com uma situação B, sem ele.

Ou seja, sem o DataTag, a empresa capta aproximadamente 1000 nomes. Com o DataTag, esse resultado pode chegar a 9000 nomes.

Para os visitantes anônimos, os gestores podem fazer um trabalho específico, de forma a entender os possíveis interesses do grupo e apresentar-lhes opções, ofertas ou preços diferenciados.

É uma campanha à parte, mas o grupo continua entre os prospects, e pode gerar muitos novos leads e clientes futuramente. Afinal, é um público que já apresentou algum tipo de interesse.

Outras grandes vantagens do novo radar DataTag

  • Funil de vendas mais cheio - Na medida em que a captação de prospects é bem maior, naturalmente, o funil de vendas fica mais cheio, em cada uma de suas etapas.

  • Campanha mais robusta - Com funil mais cheio, todas as métricas da campanha melhoram, especialmente o principal, o ROI (Return over Investiment). São mais prospects, mais leads e mais clientes. Na prática, é uma campanha mais volumosa, com resultados melhores.

  • Compra de mídia mais assertiva – O DataTag ainda mostra com precisão quais as origens dos prospects identificados, permitindo que a empresa possa focar mais suas ações em fontes que mostram maior poder de retorno.

  • Redução de custo de retargeting – Da mesma forma, o DataTag indica as fontes que dão menos retorno e/ou os prospects menos indicados para receberem nova abordagem via retargeting. A empresa pode reduzir custos e se concentrar mais nos prospects mais propensos a adquirir produto ou serviço oferecido anteriormente.

Possibilidades de ganhos mais rápidos

As empresas que trabalharem com essa nova tecnologia aumentam as chances de saltos de qualidade em suas campanhas. Afinal, vão trabalhar com um novo patamar de resultados, multiplicados de forma imprevisível.

O radar avançado DataTag passa a integrar o grupo seleto das principais ferramentas de ponta para multiplicar os resultados. Quando integrada a um grande Big Data e/ou juntamente com outras ferramentas de busca e segmentação de acordo com a conveniência, o DataTag aumenta muito as chances de sucesso nas campanhas.

A partir de agora, as campanhas que usam dados mudam de patamar com o monitoramento avançado. As empresas têm a opção de trabalhar com um super-radar avançado e aumentar as chances de sucesso de suas campanhas.

Deixe seu comentário