Como o sistema de workflow gera segurança de dados

As organizações que não abrem mão da segurança de dados necessariamente trabalham com processos de workflow. São rotinas comuns nas empresas, que são levados para acompanhamento e controles em sistema. As informações ficam fáceis, registradas, rastreáveis e seguras.

Com as ferramentas de automação e otimização de processos, os controles são os mais rigorosos possíveis, as chances de flexibilização, “jeitinho” ou qualquer mudança de procedimentos são praticamente zerados. Cada passo é dado conforme as regras internas de cada organização. Informações novas, cadastros e compras novas são sempre conferidos, de maneira permanente. 

Regras e controles que validam processos

Os sistemas baseados em workflows são desenvolvidos com o objetivo de integrar o maior número possível de informações, regras e mecanismos de validação que utilizem grandes volumes de dados.

É uma forma de a empresa centralizar informações, deixando-as acessíveis aos gestores, supervisores ou funcionários, de acordo com suas funções. As rotinas seguem um determinado caminho, etapa por etapa, até chegar à devida conclusão.

 flow-small

Big Data amplo é base para confirmação de informações

Os processos de relacionamento B2B ou B2C que a empresa venha a desenvolver são formas de captação de dados novos que chegam. Uma das formas mais eficazes de validá-los (conferir processos) é fazendo checagens permanentes.

As plataformas de DataBase confiáveis são as grandes, aquelas que contém muitas informações, captam muitas outras o tempo todo e ainda passam por processos de organização e depuração. Essas plataformas facilitam as ferramentas integradas, sejam elas para qualquer objetivo.

A cada informação nova nos sistemas de segurança – especialmente novos cadastros, novas compras, novas transações –, o sistema vai até o Big Data e confere informações, verifica se os processos são válidos ou estranhos. Afinal, todos têm um histórico, os sistemas de empresas e instituições registram e às vezes compartilham esses dados. Esse procedimento é altamente necessário, principalmente em transações comerciais. 

flow-large

Depois de controles e conferências, as vantagens

Os processos dentro de regras e controles apresentam várias vantagens às empresas, a saber:

 - Minimizam ou zeram riscos de fraudes

Na medida em que os processos são monitorados e checados o tempo todo, o risco de fraudes cai de maneira vertical. Cada informação estranha ou falsa é detectada pelo sistema quase sempre, de forma que o processo fraudulento é interrompido antes da sua conclusão. 

- Análise de crédito, redução das chances de inadimplência

A máquina já faz o levantamento de dados que podem recomendar ou não a concessão de crédito ao cliente que solicita. Com os campos previamente determinados e a inteligência de sistema, é comum que a análise feita de maneira informatizada siga para o operador humano complementar, conferir ou até mesmo acrescentar informações, da maneira que desejar.

E com análise de crédito mais rigorosa e inteligente, as chances de concessão de crédito a clientes que venham a deixar de pagar seus compromissos também ficam bastante reduzidas. 

- Cálculo de score

As ferramentas de segurança integradas aos grandes Big Datas podem criar equações que resultam de índices relacionados à vida financeira e consumista do cliente. É o score, um número que vai de 001 a 999 e indica o grau de confiabilidade que o cliente conquistou pelo seu histórico e sua retidão financeira.

Quanto maior for o número, maiores são as chances de o cliente pagar seus compromissos. 

- Segmentação de grupos

Os grupos analisados pelas ferramentas de fraude integradas a grandes plataformas de DataBase podem ser segmentados ou enriquecidos, em termos de informações.

Se o cliente quiser trabalhar a sua base, ao identificar informações faltantes de pessoas, empresas, endereços, etc, pode enriquecê-la com informações do DataBase, de forma a deixar a plataforma mais rica e completa.

Além disso, o Big Data pode separar grupos de clientes sob diversos critérios, indicando as características de cada grupo. As separações podem seguir a regra de sexo, faixa etária, região, escolaridade, possíveis hábitos, etc. Essas separações são muito úteis para o desenvolvimento de campanhas de marketing.

 

Enfim, os sistemas de segurança baseados em esquemas de workflows disciplinam rotinas, conferem informações, validam processos até o final ou identificam inconsistências, erros ou fraudes. Além disso, ainda calculam o score de pessoas e empresas e analisam crédito. É todo um sistema de regras e controles que confere várias vantagens às empresas, especialmente no quesito de segurança de dados.

Adriano Cortês

Deixe seu comentário