Tecnologia de Dados 12 de Ago de 2022

A importância de ter como fonte um Big Data volumoso e organizado

As grandes plataformas BIG DATA já são notavelmente imprescindíveis para enxergar mercado e tornar as empresas competitivas, sejam elas quais forem. As companhias que desenvolvem estratégias sobre as bases de dados têm muito mais chances de crescer porque trabalham em função de percepções de mercado, de empresa, de produtos e de clientes, tudo registrado e segmentado.

De uma forma mais ampla, as principais razões para nunca dispensar o BIG DATA são essas:

Compreensão mais apurada do negócio

O grande volume organizado de informações que chegam o tempo todo, seja ele em loja física ou pela Internet, permitem ao gestor entender com riqueza de detalhes o seu negócio.

Como dizia o general chinês Sun Tzu em A Arte da Guerra que, no contexto de guerra bélica, é necessário conhecer-se a si mesmo e ao seu inimigo para não temer o resultado. No mercado competitivo contemporâneo, é a mesma lógica, o conhecimento ordenado é a grande arma para compreender-se e compreender os concorrentes, que são muitos.

Cada fato, cada movimento dos clientes, cada aumento ou diminuição de demanda, cada informação captada durante qualquer momento é importante para entender a dinâmica da própria empresa e do mercado, no geral.

Além disso, as oscilações e mudanças de mercado também são registradas nas tabelas de informações.

Estratégias mais bem elaboradas o tempo todo

As tabelas de informações podem ser ordenadas de acordo com a conveniência e, com a devida segmentação, servem de base para a elaboração de estratégias importantes.

Melhor elaboração de conteúdos, formas de relacionamento, anúncios, ações promocionais, enfim, várias são as abordagens que podem ser feitas com o cliente. Os horários, os canais que mais dão retorno, tudo é importante para estreitar relação com os compradores.

Tendo isso em vista, é mais fácil distribuir as verbas focando nos canais mais eficazes e dispensar ou diminuir a importância dos que geram maior dispersão. Ou seja, estratégias bem definidas geram redução de custos e aumento da eficácia das ações.

Além de entender a distribuição de recursos, tanto financeiros quanto de staff, é possível também ter uma análise mais apurada contando com o auxílio da Inteligência Artificial (IA) para acertar os trabalhos de precificação de produtos e serviços. As tabelas, gráficos e painéis fazem todo o trabalho mais detalhado e facilitam a leitura dos dados.

Percepções de produtos em ascensão ou declínio, oportunidades para novos produtos

As leituras vindas do BIG DATA e ferramentas acessórias inteligentes permitem observar a ascensão ou o declínio de certos produtos. Os estrategistas precisam visualizar isso o tempo todo para não perderem espaço em seus mercados.

Os produtos podem ter oscilações positivas ou negativas, em função de circunstâncias, preços, descontos, prazos, etc. E as informações podem sugerir espaços ou demandas para novos produtos, ou o lançamento de outras embalagens, outras versões ou quantidades diferentes.

Sem dúvida, grande volume de dados bem analisados compõe estratégias que vão desenhar o layout das gôndolas e prateleiras varejistas em todos os lugares do mundo, bem como possíveis serviços também codificados.

Dados que medem o grau de satisfação dos clientes

Outra grande percepção das informações dadas é com relação ao grau de satisfação dos clientes. Nem sempre se pode medir em loja física com a devida clareza, mas o ambiente digital permite essa medição com facilidade. Tudo é uma questão de interação com o cliente.

Entre as informações armazenadas na grande plataforma de dados, podem ser inseridas as métricas que mostram engajamento do cliente com o estabelecimento. As ações no ambiente digital sugerem engajamento o tempo todo, respostas, notas, comentários, etc. Este é mais um sinal que permite à empresa obter mais informações sobre seus clientes e a necessidade de ajustes.

Acompanhar de perto os hábitos de consumo da persona, ajustar estratégias para possíveis mudanças

O BIG DATA é a plataforma que tem as informações do mercado, da empresa, dos concorrentes, dos produtos, do cliente, dos horários, dos detalhes de comportamento... Ou seja, tem todas as informações para as empresas entenderem o mercado e competirem nele com vigor.

Entender as expectativas e os desejos dos clientes é manter a empresa competitiva, acelerada, dinâmica e ambiciosa por mais conquistas. Os gestores fazem a leitura dos gostos e hábitos dos clientes e fazem uma empresa inteiramente voltada para eles, a razão de tudo existir e funcionar.

A empresa atenta não abre mão de mapear os hábitos de seus clientes, o que mais compram, quais os dias e horários em que compram, com qual frequência, formas de pagamento, valor do ticket médio, se o pagamento é à vista ou parcelado, etc. Também é importante mapear o comportamento deles em função das ações promocionais, se compram mais, e qual o percentual do “mais”.

Além disso, existem as mudanças de comportamento dos clientes. Afinal, todo cliente pode ter variações de hábitos a qualquer momento, por qualquer que seja a circunstância. Ele pode consumir mais uma marca, deixar de consumir outra, experimentar uma marca nova, um novo produto etc.

As empresas que trabalham em função do BIG DATA têm parâmetros para visualizar todas essas possíveis mudanças e fazer os acertos necessários em suas estratégias. É a informação e a devida reação imediata para não perder mercado, pois vivemos tempos em que qualquer distração na gestão pode significar perda importante de tempo e dinheiro.

Foco, redução de custos, otimização de atividades

Toda empresa que ainda não armazena sua base de informações está direcionada para a dispersão e perda competitiva. As plataformas BIG DATA conferem essa grande possibilidade de disputar mercado, crescer, se multiplicar. É a grande e valiosa engrenagem da tecnologia trabalhando a todo vapor por empresas atuantes.

Trabalhar com o BIG DATA é muito importante, mas ainda não é suficiente. Toda plataforma normalmente agrega ferramentas inteligentes. Até porque não basta ter os dados, é preciso compreendê-los e utilizá-los aproveitando ao máximo a inteligência artificial.

A PH3A é uma empresa com mais de 25 anos de expertise em BIG DATA. Além de obter e organizar uma base com um volume imenso de informações, desenvolveu ferramentas avançadas para utilizar os dados de maneira inteligente e produtiva.

Para saber mais sobre os produtos da PH3A Tecnologia, clique aqui.

Marcadores

Ficou alguma dúvida?
Marque uma reunião conosco!